Cinema e Séries

Por causa do surto de Coronavírus, filmes sobre o caso Richthofen é adiado no Brasil

Ambos os filmes teriam sessões antecipadas em 19 de Março e a estreia nacional para 2 de Abril.

Galeria Distribuidora

A Galeria Distribuidora veio através de sua página no Facebook, anunciar que os filmes “A Menina que Matou os Pais” e “O Menino que Matou Meus Pais”, serão adiados e sem data de lançamentos definida por causa do Coronavírus.

Confira abaixo:

A saúde e o bem-estar do público são prioritários para a Galeria Distribuidora. Por esta razão, o lançamento dos filmes…

Posted by Galeria Distribuidora on Thursday, March 12, 2020

Descrito como um drama psicológico, os longas “A Menina que Matou os Pais” e “O Menino que Matou Meus Pais”, contará a história real por trás do caso de Suzane Von Richthofen, em suas versões distintas, responsável pelo assassinato dos próprios pais, ao lado de Daniel e Christian Cravinhos.

O crime ocorreu em 2002 e chocou o Brasil e o mundo na época. Atualmente, Suzane permanece cumprindo pena no presídio feminino de Tremembé.

Abaixo, temos o primeiro teaser, onde temos Carla Diaz no papel principal e Leonardo Bittencourt como Daniel Cravinhos.

O filme que iremos contar é um thriller psicológico, de suspense, onde discutiremos os motivos que levaram ao fato em detalhes e discussões nunca antes debatidos sobre o caso. Sem dúvida alguma essa é uma história muito forte e original e por ser real torna tudo mais absurdo e instigante. O filme trás um tema que muita gente conhece e tem ideias pré-concebidas, mas as pessoas não sabem o mais importante que é o motivo que levou a filha e seu namorado a matarem seus pais. Por isso, esse projeto parte de um grande desafio que é entender um pouco a mente de cada um dos dois assassinos”, explicou o diretor Mauricio Eça.