Cinema e Séries

Por causa da COVID-19, Guilherme Briggs provavelmente não vai dublar o Superman no “SnyderCut”

Guilherme Briggs comentou no Twitter que a HBO está dando preferência para dublagens que são feitas presencialmente no estúdio.

Foto: Divulgação

Com a pandemia da COVID-19 assolando o mundo todo e matando milhares de pessoas, principalmente aqui no Brasil, muitos profissionais estão trabalhando em casa, ou buscando outras alternativas para se sustentar.

E no ramo da dublagem não é diferente. Muitos dubladores que optam por ir no estúdio, como estavam habituados a fazer, em anos de profissão, eles estão fazendo seus trabalhos em home studio, ou seja, os mesmos tem os equipamentos necessários de som em seus lares, para fazer a dublagem de um filme ou série, conforme contratados pelo o cliente/estúdio.

O tão conhecido Guilherme Briggs, que atua na dublagem por mais de 20 anos e conhecido por dar a sua voz na versão brasileira do Homem de Aço, coisa que ficou bem caracterizada por não conseguirmos imaginar o Superman sem sua voz na versão nacional. Agora ele pode correr o risco de ficar fora da dublagem do Superman no lançamento do “SnyderCut” de “Liga da Justiça”.

Mas por quê? Bom, de acordo com Briggs, A HBO, emissora responsável pelo lançamento do “SnyderCut” em seu serviço de streaming, HBO Max em 2021, tem a preferência de oferecer seus conteúdos dublados no Brasil, somente em estúdio, não em home studio. Guilherme Briggs, já mencionou que prioriza a permanência em sua casa e o bem estar de sua família, até que caso haja a vacina contra o coronavírus.

A saúde da sua família é o mais importante para o dublador neste momento conturbado.

Claro, neste momento se pararmos para pensar, é um risco grande dele estar fora da dublagem do Superman. Mas também precisamos analisar os seguintes fatores, para que isso não possa acontecer: Se o HBO Max chegar no Brasil disponível para assinatura, se a vacina contra o coronavírus estiver finalmente pronta para todos e provavelmente o mais importante desses fatores que levantei aqui: a data de lançamento do SnyderCut. São muitas coisas que precisamos analisar e até mesmo a HBO quem sabe, mudar de ideia e dar a oportunidade para o Briggs, quebrando essa regra imposta por eles.

Mas como sabemos, o Briggs, você e eu, somos fãs do Superman, somos fãs da sua dublagem e volto a repetir: não conseguimos imaginar o Superman na dublagem brasileira, que não esteja na voz do Guilherme Briggs.

Vamos torcer para que tudo acabe bem e que as decisões tomadas pelos responsáveis, sejam as melhores possíveis.

Comentários